Archives: dezembro 21, 2020

Como calcular nota do Enem: Saiba sua média

Os candidatos têm dúvidas de como calcular nota do Enem 2021. Para tirar as dúvidas relacionadas ao cálculo das notas criamos o artigo. Os alunos que desejam verificar o seu desempenho e como calcular nota do Enem 2021, confira abaixo!

Enem 2021

O Exame Nacional do Ensino Médio permite verificar o conhecimento de estudantes que concluíram o ensino médio. Os alunos são avaliados pelas provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e redação.

A prova do Enem consiste em 180 questões objetivas, sendo 45 por prova. O candidato também precisa fazer um texto dissertativo-argumentativo.

O gabarito Enem 2021 é apresentado pelos Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O mesmo é liberado uma média de três dias depois da aplicação das provas. Já a pontuação definitiva é informada no período de dois meses depois.

Como calcular nota do Enem 2021?

Para entender como calcular nota do Enem 2021 todo o processo é feito pelo Inep. O que é apresentado é que elas são mensuradas pelo sistema de avaliação Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Atualmente esta é a metodologia utilizada para ter o conhecimento dos alunos. O processo também é usado para saber sobre o comportamento dos candidatos na hora de exame.

Avaliação sistema TRI Enem 2021

Para saber como calcular nota do Enem 2021 é necessário entender sobre o sistema TRI. Este método avalia os participantes do Enem por meio da quantidade de acertos em todas as quatro provas.

A média também é calculada pelos parâmetros (características) de cada item e também pelo padrão de resposta de cada inscrito.

De forma direta, quanto mais acertos do participante em uma questão significa que sua pontuação é menor. Ou seja, se o candidato acerta questões que poucos conseguiram, sua nota vai ser maior.

Entretanto, se o participante acerta poucas questões que podem ser difíceis pela Inep, o TRI acredita que o mesmo “chutou” e garante uma pontuação menor.

Em meio a tantas questões fica impossível o participante calcular sua nota da prova Enem 2021, pois não tem como saber quais são difíceis e fáceis.

Resultado Enem 2021

Em meio a isto, saber como calcular nota do Enem 2021 não ajuda em conhecer o resultado.

O candidato apenas possui informações sobre as médias obtidas nas quatro avaliações, cujo cálculo é feito pelo sistema TRI. Na redação as notas podem ser de entre zero e mil.

Nota mínima do Enem 2021

O aluno não tem como calcular nota do Enem 2021 e também não existe uma regra para saber as notas mínimas e máximas.

Ou seja, os valores se alteram conforme as características dos itens conforme a edição.

Para ter uma média, em 2017 a nota mais baixa foi de 298,0 (Ciências da Natureza) e a maior 993,9 (Matemática e suas tecnologias). A seguir confira as notas de todas as áreas do conhecimento apresentadas no Enem 2016 e 2017:

Provas  ENEM 2016                               ENEM 2017

Nota Mín.           Nota Máx.           Nota Mín.           Nota Máx.

Linguagens e Códigos    287,5     802,6     299,6     788,8

Ciências Humanas           317,4     859,1     307,7     868,3

Ciências da Natureza     316,5     871,3     298,0     885,6

Matemática       309,7     991,5     310,4     993,9

Desempenho Enem 2021

Como informado não existe forma de saber como calcular nota do Enem 2021, porém, existe uma média do seu desempenho. No geral elas costumam ser próximas a 500.

Os participantes que apresentaram nota acima de 500 nas provas demonstram um resultado positivo.

Além disso, a nota máxima da prova objetivo não é o valor “mil”, como acontece na redação. Neste caso, a maior nota é aquela alcançada pelo candidato.


Requisitos para obter isenção da taxa de inscrição do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é uma prova anual realizada para distribuir vagas no ensino superior. Todos os anos, milhares de estudantes se inscrevem para participar da seleção e para isso, precisam cumprir com a taxa anual de participação da prova. Entretanto, vale a pena mencionar que algumas pessoas são isentas dessa taxa e para saber se você está incluso nos requisitos, veja as informações a seguir:

O Exame Nacional do Ensino Médio é a forma padrão de ingresso no ensino superior, sendo possível para os candidatos se inscrever com a pontuação alcançada em programas como o Sistema de Seleção Unificada (SISU) e o Programa Universidade Para Todos (PROUNI).

Anualmente, os estudantes se inscrevem para participar do exame e concorrer as vagas disponíveis. Para tanto, é necessário estar atento ao lançamento do edital e participar das inscrições dentro do prazo estimado.

Mas vale a pena mencionar que a candidatura do estudante só é reconhecida quando mesmo cumpre com o pagamento da taxa de inscrição. Do contrário, a candidatura do mesmo não é reconhecida.

Isso é claro, para aqueles candidatos que não estão inclusos nos requisitos de isenção do Enem. Estes precisam realizar a solicitação de isenção dentro do prazo.

Geralmente, o pedido precisa ser enviado com bastante antecedência, para a equipe avaliadora classifique corretamente as categorias de isenção.

Mas será que você tem direito a não pagar a taxa de inscrição do Enem? Para saber, verifique a seguir quais os requisitos que estão inclusos na isenção:

Programas sociais

Quem é beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família 2021, pode requirir a isenção do Enem, uma vez que o cadastro no programa é realizado pelo número do NIS. O Bolsa Família é um programa de transferência de renda, destinado a pessoas que se encontram em situação de pobreza ou pobreza extrema, por isso, os beneficiários envolvidos não precisam pagar nenhum valor para participar do concurso.

Rede pública de ensino

Um outro público que pode estar pedindo a isenção da taxa do Enem são os estudantes da rede pública de ensino. Mas vale mencionar que somente os estudantes que concluíram os três anos do ensino médio que podem participar, sendo necessário comprovar o vínculo.

Rede Particular de ensino

Os alunos da rede particular podem se inscrever da prova do Enem gratuitamente, desde que estejam na condição de bolsista integral, sendo necessário ter concluído os três anos do ensino médio desta forma.


Reforma Trabalhista: Como ficam os direitos dos trabalhadores brasileiros?

Com a instalação do Governo Bolsonaro, muitas mudanças estão sendo previstas para diferentes âmbitos da vida dos brasileiros. Apesar dessa previsão, a mudança que mais tem causado dúvida para os trabalhadores é a reforma da previdência, que promete alterações radicais nos direitos trabalhistas.

Você já sabe das propostas e mudanças que estão sendo instaladas? Então verifique as informações a seguir e entenda como ficam os direitos dos trabalhadores brasileiros:

Confira também sobre o Seguro Defeso.

FGTS e Seguro Desemprego

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é uma conta inacessível que fica liberada para saque quando o funcionário é demitido sem justa causa. Enquanto isso, o seguro desemprego é um direito que garante auxílio financeiro através de algumas parcelas previstas por lei.

Então, como fica a situação para quem precisa realizar o agendamento seguro desemprego 2021 ou realizar o saque do Fundo de Garantia? A mudança em relação a esses direitos está relacionada ao acordo de demissão. Anteriormente, o empregador e o empregador poderiam chegar em um acordo de demissão de maneira pessoal, mas sem estar previsto por lei.

A proposta da reforma é que este acordo passe a ser legal, permitindo que o funcionário acesse 80% do valor do FGTS. Entretanto, é preciso lembrar que ao concordar com os termos, o segurado estará abrindo mão de uma possível habilitação Seguro Desemprego 2021.

Saque Aniversário

O saque aniversário já entrou em vigor e poderá ser sacado em breve, mas nem todo mundo entendeu como o mesmo funcionará para os trabalhadores. Este recurso permitirá o saque de um determinado valor do Fundo de Garantia do Trabalhador Brasileiro, mas é preciso estar atento ao regulamento do benefício!

Isto porque ao realizar o saque aniversário do seu FGTS, o trabalhador estará abrindo mão do recurso caso venha a ser demitido e só poderá solicitar o mesmo após dois anos.

Terceirização

Um outro ponto que poderá estar trazendo grandes dúvidas para o mercado de trabalho, principalmente para as empresas, é a possibilidade de terceirização dos funcionários. Assim, fica totalmente permitido que a empresa possa contratar pessoas e serviços de forma terceirizada para cumprir determinadas funções de sua empresa.

A proposta pode ampliar o mercado e ainda fazer com que a empresa economize bastante com funcionários. Em contrapartida, diminui o valor do serviço do trabalhador, assim como limita os seus direitos.

Jornada de Trabalho

Outra mudança que estará afetando e muito a vida dos brasileiros é em relação a jornada de trabalho semanal, que sofreu algumas alterações.

Anteriormente, a previsão de jornada de trabalho semanal era de 25 horas. Agora, está previsto para as novas adaptações das leis trabalhistas que essa carga seja de 30 horas semanais.